Dicas de alimentação saudável para o verão

0

Escrito por Combinandinho | arquivado em Comportamento, Cotidiano, Cuidados, Saúde | publicado em 14-01-2011

Ao contrário do inverno, época em que devemos ingerir alimentos mais energéticos e que geram mais calor durante seu metabolismo, no verão, recomenda-se a ingestão de refeições naturais e leves.

A Dra. Natasha Slhessarenko (CRM.2909), patologista da DASA, explica que, durante o verão, os dias são mais longos, as temperaturas se elevam e várias mudanças acontecem no meio ambiente. Para se adaptar a essa nova situação, as pessoas sofrem um aumento da transpiração para conseguir manter a temperatura corporal e, também, devido à maior exposição ao sol. Isso leva à perda de água e sais que, se não repostos adequadamente, pode levar à desidratação. “Pelo fato de se perder água e substâncias como sódio e potássio, o ideal é o consumo de líquidos isotônicos, sucos e água de coco, que repõem também este tipo de perda”, afirma. É bom lembrar também que a ingestão da cerveja, comum nesta época, tem ação desidratante.

A primeira dica da doutora é a ingestão de alimentos em pequenas quantidades e várias vezes ao dia. No café da manhã e também no lanche da tarde recomenda-se a ingestão de frutas e sucos naturais. No almoço e no jantar, carnes grelhadas e vegetais. As saladas cruas são excelentes opções e devem, preferencialmente, ser temperadas com azeite, vinagre e limão. Importante lembrar que a maionese pode ser perigosa nessa época do ano, pois tem ovos crus, foco de contaminação de bactérias.

O cuidado com o preparo e a conservação dos alimentos, principalmente os vegetais e as carnes, também são ainda mais importantes no verão devido ao calor. Segundo o Dr. Mauro Scharf, também médico da DASA, é importante que sejam mantidos refrigerados e bem acondicionados em recipientes próprios, pois as altas temperaturas podem acelerar a degradação e favorecem a proliferação de bactérias e fungos. Para a lavagem adequada de frutas, legumes e verduras, deve-se usar água tratada ou fervida. Eles podem ser mantidos, durante uma hora, em uma mistura contendo água e algumas gotas de hipoclorito de sódio ou vinagre, com enxágüe adequado depois.

Para evitar a desidratação deve-se tomar, no mínimo, três litros de líquido por dia. É recomendada a ingestão de água e sucos naturais, que não dão a sensação de “barriga pesada” como acontece quando há o consumo de refrigerantes e outras bebidas gaseificadas. “Além disso, os sucos naturais garantem um aporte adequado de vitaminas e sais minerais. E lembre que os sucos industrializados têm grande quantidade de açúcar e conservantes”, alerta dra. Natasha.

Para ajudar a manter a pele saudável, é recomendável a ingestão de alimentos ricos em vitamina C, que têm propriedades antioxidantes. Eles estão principalmente presentes em frutas cítricas (acerola, kiwi, laranja, limão, maracujá e morango) e vegetais verde-escuros (agrião, brócolis, couve, espinafre, rúcula).

Já para ter um bronzeado mais intenso, a dica do Dr. Scharf é apostar em alimentos com betacaroteno. Esses alimentos estão presentes na cenoura, abóbora, damasco, laranja, mamão, manga e pêssego. O ideal é que o consumo comece 15 dias antes de se expor ao sol, mantendo a ingestão durante todo o verão. “Não se esqueça também de respeitar os horários saudáveis para a exposição solar e o uso dos filtros adequados para cada tipo de pele”, finaliza o especialista.

Blog Widget by LinkWithin

Deixe um comentario!